Arquivo da tag: Poesia Pernambucana

Adivinhas em Cordel – Personagens do Folclore Brasileiro!

  Boto Cor-de-Rosa Sou bicho que vive n’água mas a noite quando vem me transforma num humano tão belo como ninguém depois de bailar com as moças volto ao rio e durmo bem… Curupira Eu sou  protetor das matas de todos … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Cordel, Poemeu - Infantil | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Breu total

Um verso no escuro não tem dono Um verso no escuro não é visto Só se ouve, um verso no escuro No escuro o verso fica puro Sem face, sem pele, só a voz E o verso que é dito … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Nem Nada

    A medida que nem tudo que parece é nem tudo que perece era Ao passo que nenhum peito é só amor Nenhuma carne é só desejo Nem tudo fora é despejo Nem toda pressa é vontade Nem toda … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Sóbrioevivo

somente uma arma será útil (ante tão sofrível existência) a nos manter de pé por sobre Terra mais que a gravidade: a insistência.

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , , | Deixe um comentário