Arquivo da tag: poemúsica

disritmia

“Ando sem ré e sem fole Sem fôlego Desafinada, desatinada Qualquer coisa me deixa mole Um poema, um abraço Uma canção Se for um samba Bambeia o sangue E o coração Vai parando, parando, ando, ando… Ando colcheia de tudo … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , , , | Deixe um comentário