Arquivo da tag: Mariane Bigio

Vídeo Novo no Youtube!

O Rap dos Transportes virou vídeo no Canal do Youtube do Cordel Animado! Aperta o Play pra conferir! Anúncios

Publicado em Poemeu - Cordel, Poemeu - Infantil, vídeos | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Adivinhas em Cordel – Personagens do Folclore Brasileiro!

  Boto Cor-de-Rosa Sou bicho que vive n’água mas a noite quando vem me transforma num humano tão belo como ninguém depois de bailar com as moças volto ao rio e durmo bem… Curupira Eu sou  protetor das matas de todos … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Cordel, Poemeu - Infantil | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

Cordel Animado na Bienal do Livro – 2013

TODOS os dias, manhã e tarde, na Bienalzinha! Não dá pra perder! Muita história, literatura de cordel, e é claro: diversão!  

Publicado em Poemeu - Infantil | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Sóbrioevivo

somente uma arma será útil (ante tão sofrível existência) a nos manter de pé por sobre Terra mais que a gravidade: a insistência.

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , , | Deixe um comentário

Da Palavra

Uma vez perguntei – tive a honra – pra Viviane Mosé : Por que que a gente fala tanto da palavra, da poesia em si e do ato de escrever? Por que tanto metapoema? Ela disse que é isso mesmo, poeta, escritor, … Continuar lendo

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com , | Deixe um comentário

Eu só pensava na ferida aberta

na carne viva na carne morta pensava na hereditariedade da dor no amor no desassossego pensava Deus que merda é essa pra quê a pressa? Eu pensava no leito no leite do peito no próprio peito no esquerdo, no direito … Continuar lendo

Publicado em Ser | Marcado com | Deixe um comentário

(minha) Tereza

reza Tereza reza Te reza te benze, te unge sê tu mesma a tua santa a tua freira a tua irmã reza e perdoa os teus pecados Tereza Teu Terço Tua Trindade mente, corpo, espírito santa Tereza reza

Publicado em Poemeu - Verso livre | Marcado com | Deixe um comentário