Arquivo da categoria: Do que me despe

Existencial

#DiaDaPoesia “As vezes fico perdida há tanto para viver que me pego em devaneios sonhando sem perceber desejando experiências além das minhas ciências buscando o Conhecer – e eu fiz por merecer esta vida que eu tenho acredito que meus … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe, Poemeu - Cordel, Ser | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Cordel da Inspiração Cigana

  Hoje, 20 de Março, é o Dia Internacional dos Contadores de Histórias. Este ano a data coincide com o equinócio, um eclipse e a super lua! Haja energia! Para comemorar, lanço aqui um cordel que é muito especial pra … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe, Poemeu - Cordel, Ser | Marcado com , , , , , , , , , | 3 Comentários

Para não perder Janice

[o desenho também é dela.] Eu não sou a dona do livro e vou precisar devolvê-lo. Há tempos não lia, mas ele esteve a minha disposição e agora se vai. Como um amante que abandona a (ex)amada. Para não perder … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe | Marcado com , | 4 Comentários

Lip Pictures, de Paige Thompsom

Uma colega me levou a conhecer as lip pictures de Paige Thompson, e eu me apaixonei pelas criações dessa amiga desconhecida… não resiti e trouxe as que possuem zoo-temática aqui pro blog! Divirtam-se! E se quiserem saber mais, é só acessar: http://viridis-somnio.deviantart.com/ … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe | Marcado com , | Deixe um comentário

SAÍ A CAMINHAR PELAS CALLES…

que aqui se chamam ruas e vi um mendigo velho que lavava os cabelos num charco de água suja. A noite calorosa suspensa nos meus ombros esmagou os meus ossos, e esse charco sobre o cimento me lembrou o companheiro … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe | Marcado com , , | Deixe um comentário

Cem Sonetos de Amor

Há 3 anos atrás ganhei um livro de Neruda: Cem Sonetos de Amor. Engana-se quem pensa que o recebi de maneira convencional. Nada de embrulhos e dedicatória na primeira página. Ao invés disso, cada folha fora arrancada e prefaciada por … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe | Marcado com , | Deixe um comentário

Celebrando a vida…

Aquela coisa toda de natal e ano novo, do nascimento do Menino Deus e da renovação das nossas vidas, sabem? Pois é. Esse espírito aí me contamina e eu fico alegrinha e otimista que só. Mas quando nascem meninos, mortais … Continuar lendo

Publicado em Do que me despe | Deixe um comentário