Adeus Ano Velho!

feliz 2015

“O ano velho acabando
O novo ano inicia
Que venha com muito amor
Com Saúde e alegria
Cada um dia que passa
Cada qual com sua graça
E repleto de magia

E o tempo se recria
Sempre a cada estação
No Brasil, o ano novo
Nasce quando é Verão
O Sol quente, que calor!
Só o Mar traz um frescor
E alivia a sensação!

E a próxima estação?
Quem que sabe me dizer?
É um pouquinho mais fria
Já começa a chover
Folhas caem pelo chão
É O Outono, a estação
Que um ventinho vem trazer

E depois quem vai saber?
Vem a estação mais fria
É o inverno, muito bem!
Que em Junho se inicia
E as férias da escola
Pra brincar e jogar bola
E fazer estripulia!

E depois que o inverno esfria
Já começa a esquentar
Qual a estação quem vem
Com flores pra encantar?
Muito bem, a primavera!
Faz tudo desabrochar

E pra gente festejar
O ano todo tem folia
Primeiro tem carnaval
Pra gente usar fantasia
Pro menino e pra menina
Tem confete e serpentina
Frevo de noite e de dia!

Logo depois tem a páscoa
Tem personagem famoso
É o querido Coelhinho
Vem saltando, bem charmoso
Tem ovo pra todo mundo!
Chocolate é tão gostoso!

Pra ninguém ficar saudoso
Logo chega o São João!
Com muita comida boa,
Bandeirinhas e balão
Fogueira pro milho assado
Muito forró e baião!

E é pura animação
Quando é dia das crianças!
Muitos doces, guloseimas,
Pra gente encher nossa pança!
Presentes para brincar
Cantigas para cantar
Como é boa essa festança!

E se festa não nos cansa
Já no fim tem o natal
Na ceia comemos tanto
Que é capaz de fazer mal!
Mas é bom olhar pro céu
E esperar papai noel
Com um presente especial!

O ano velho acabando
O novo ano inicia
Que venha com muito amor
Com Saúde e alegria
Cada um dia que passa
Cada qual com sua graça
E repleto de magia!!!”

Licença Creative Commons
Adeus Ano Velho de Mariane Bigio está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Anúncios

Sobre Mariane Bigio

Poeta e Videasta. Eu faço versos como quem chora, ama, brinca, ri.... Eu faço versos como que vive.
Esse post foi publicado em Poemeu - Cordel, Poemeu - Infantil e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s