Breu total

foto de Jonas Araújo

foto de Jonas Araújo

Um verso no escuro não tem dono

Um verso no escuro não é visto

Só se ouve, um verso no escuro

No escuro o verso fica puro

Sem face, sem pele, só a voz

E o verso que é dito no escuro

Murmuro…

O escuro é o silencio da luz?

E o verso, é o claro da língua?

E o eco?

E o escuro do beco?

E o escuro da noite?

E o açoite?

A lapada do verbo, clarividente?

Melhor ficar no escuro, sem saber? Inocente?

Abre

Acende

Ouve

Vê: és o dono do verso que escutas no escuro.

Anúncios

Sobre Mariane Bigio

Poeta e Videasta. Eu faço versos como quem chora, ama, brinca, ri.... Eu faço versos como que vive.
Esse post foi publicado em Poemeu - Verso livre e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s