Arquivo da tag: Contação de Histórias

Marmelo, o Jacaré Banguelo!

Padrão

Marmelo

Essa histórinha de cordel foi inspirada por um simpático casal de mamulengos que encontrei na FENEART e uma Xibana, que deveria ser uma cobra, mas se parece muito com um jacaré sem dentes! Apois!

 

Um rapaz muito sabido

De codinome Zezinho

Apaixonado arriou-se

Pela filha do vizinho

Pediu socorro ao amigo

Um belo jacarezinho

 

“Marmelo, meu caro amigo”

Disse ele ao jacaré

“Me ajude por favor

Conquistar essa muié

E se acaso eu conseguir

Eu te pago um picolé!”

 

O jacaré em questão

Era doidinho por doce

Não gostava nem de carne

E adorava algodão-doce

E se visse um picolé

Virge maria, cabosse!

 

Também era inofensivo

Pois não tinha um só dente

de tanto chupar confeito

sua boca ficou doente

Assim ele não mordia

nem animal e nem gente!

 

“Nosso plano é o seguinte:

Você irá atacar

A moça durante a noite

E eu venho pra salvar

Feito um herói valente

E seu amor conquistar

 

Você se finge de morto

Ou então pode fugir

Mas não esqueça uma coisa

A boca não pode abrir

Pois se você fizer isso

tudo ela vai descobrir!”

 

E assim eles fizeram

Lá se foi o jacaré

Entrou correndo na casa

A moça estava de pé

Deu grito e defendeu-se

E nem precisou do Zé!

 

Com um cabo de vassoura

Ela bateu no bichinho

Que num berro abriu a boca

“é banguelo, o coitadinho!”

E o jacaré gritou:

“foi ideia do Zezinho!”

 

O rapaz explicou tudo

Mas moça não gostou

E foi pelo jacaré

que ela se apaixonou

o Zezinho fez de tudo

só que nada adiantou

 

ela cuidou do bichinho

que levou uma paulada

levou ele no dentista

fez uma “chapa” arrumada

e o Zezinho até hoje

procurando namorada

 

E assim essa história

Teve um final singelo

O rapaz se achando esperto

perdeu tudo pro Marmelo

E a moçinha se casou

Com o Jacaré Banguelo!

Cordéis para Cantigas

Padrão

É sempre bom recitar um cordel e cantar uma cantiga popular. É uma delícia quando o tema de uma história casa com uma música… versos dos dois lados, cada qual com sua melodia, e no final das contas, é tudo poesia! Pensando nessa ideia, escrevi um primeiro cordel do que pretende ser uma série deles, “Cordéis para Cantigas”, onde os cordéis são escritos a partir de uma cantiga popular.

Este primeiro título foi feito a partir da cantiga “Chapéu de Três Pontas“. Será que a garotada vai gostar?

chapéu de três pontas

Um cordel para muitos chapéus

Tem chapéu de toda sorte
Pra gente usar na cabeça
Se o Sol estiver forte
Ou mesmo que anoiteça!

Ainda que não pareça
Cada chapéu tem história!
Um dono que o mereça
E o deixa cheio de glória!

Tem um chapéu bem pontudo
Que quem usa é a bruxa!
Tem um que dobra e tudo
Outro que estica e puxa…

Tem chapéu de cangaceiro
Quem usou foi Lampião
O cabra era encrenqueiro!
Gostava de confusão!

Sem falar Napoleão
Com seu chapéu tão lembrado!
Montado num alazão
Cantando Marcha Soldado!

Tem chapéu de marinheiro
Que navega pelo mar
Tem chapéu de cozinheiro
Que gosta de cozinhar

E se você for pescar
Pode usar chapéu de palha
Quando o calor esquentar
A sombra não atrapalha!

Tem chapéu de Mexicano
que tem nome de “sombreiro”
É de couro, e não de pano
O chapéu lá do vaqueiro!

O coelho sai inteiro
De dentro de uma cartola
O mágico é bem faceiro
Tem varinha, luva e gola

Tem um chapéu bonitão
Que cowboy gosta de usar
Grita “segura peão”!
E começa a cavalgar

Charles Chaplin tão famoso
Usava seu chapéu côco
Dançava muito charmoso
E brincava feito louco!

Pra quem gosta de andar
De bicicleta ou a pé
Pra jogar e pra brincar
O chapéu é o boné!

Tem chapéu que tem três pontas
De curinga ou arlequim
E que no final das contas
É o mais belo para mim!

Cordel Animado! no NETV (Globo Nordeste) – 27/10/2012

Padrão

Viva! Nossa contação de histórias foi ao ar na TV! Cordel Animado!, durante a FENEKIDS 2012, animando toda a garotada!

http://globotv.globo.com/rede-globo/netv-2a-edicao/t/edicoes/v/fenekids-foi-o-programa-de-muitas-familias-neste-sabado-no-grande-recife/2212443/

“Cordel ao Pé do Ouvido” (projeto Bigio!)

Padrão

 

O que a gente tem de melhor a gente decidiu juntar. Um misto de fraterno, poético e musical: Cordel ao Pé do Ouvido.

Esse é um projeto das “irmãs Bigio” (que onda!), que mistura contação de cordéis infantis com músicas e sonoplastia. Tenho me aprimorado cada vez mais na escrita de textos para o público infantil, sempre apostando na autêntica estética da Literatura de Cordel, que tem um potencial enorme para cativar as crianças. O ritmo e a rima as deixam absortas! Sempre busco, nos nossos recitais, falar um pouco dessa literatura popular, tão nossa; Falar de sua história, de suas características. O recital é todo com textos autorais, e os temas são sempre educativos e brincalhões. O que a gente quer é incentivar o apreço dos pequeninos pela leitura, pela palavra, buscando mesclar a diversão ao aprendizado.

 

O melhor é que a gente se diverte também. De verdade!

 

    

 

Ah! Gravamos um CD, em 2011, para divulgar o projeto! Quem quiser pode ouvir (e até comprar!) por aqui: Cordel ao Pé do Ouvido, com Mariane e Milla Bigio!